Os objetivos do projeto são:

(1) estimar a proporção da população brasileira, representada pelas cidades sentinelas, que apresenta anticorpos para SARS-CoV-2;

(2) Determinar a proporção de indivíduos com anticorpos que apresentaram infecções subclínicas ou assintomáticas;

(3) avaliar os sintomas mais comuns relatados pelos indivíduos positivos;

(4) Analisar tendências de tempos comparando três pesquisas consecutivas;

(5) Permitir estimativas precisas das taxas de mortalidade por casos, usando a proporção correta de pessoas infectadas;

(6) avaliar a aderência às medidas de isolamento;

(7) Definir o número necessário de recursos hospitalares de baixa, média e alta complexidade necessários para enfrentar a pandemia, por meio de modelos matemáticos obtidos usando estimativas precisas de prevalência;

(8) Permitir o desenho subsequente de estratégias para facilitar as medidas de distanciamento social, com base nas estimativas obtidas de infecções na comunidade.